Melhor shampoo liberado para low poo: guia completo para comprar

O método Low/No Poo popularizou-se bastante nos últimos tempos, ainda mais entre a comunidade cacheada e por isso muitas procuram pelo melhor shampoo liberado. É possível notar uma quantidade maior de produtos com o termo “liberado” impresso no rótulo, e isso muitas vezes intriga as pessoas, pois, afinal, liberado para quê ou de quê?

O termo refere-se diretamente à um produto que tem o seu uso liberado para quem decidiu adaptar-se à técnica No ou Low Poo, simples.

Mas o que é No/Low Poo? Resumidamente falando, é a técnica que restringe alguns componentes usuais de alguns cosméticos, como o sulfato, no caso do shampoo, e o petrolato em caso de cremes.

É uma técnica bastante popular entre as cacheadas, pois oferece um leque vantagens, já que o fio enrolado é naturalmente ressecado, e o uso de sulfato e petrolato muitas vezes pode prejudicar a entrada de novos nutrientes neste tipo de cabelo, mas isso eu vou te explicar direitinho mais pra frente.

Quem segue o Low Poo, por sua vez, está liberado o uso de shampoos, mas estes precisam ser mais leves e não conter sulfato em sua composição. Se você quer começar essa técnica, ou já começou e ainda não encontrou o melhor shampoo liberado, continua lendo esse artigo que eu vou te guiar passo a passo nessa escolha.

R$ 13,90
R$ 21,39
Em Estoque
7 new from R$ 13,90
as of 5 de outubro de 2022 04:21
Amazon.com.br
R$ 14,90
R$ 16,61
Em Estoque
3 new from R$ 14,90
as of 5 de outubro de 2022 04:21
Amazon.com.br
R$ 15,58
R$ 19,99
Em Estoque
16 new from R$ 15,50
as of 5 de outubro de 2022 04:21
Amazon.com.br
R$ 17,69
R$ 19,99
Em Estoque
11 new from R$ 14,90
as of 5 de outubro de 2022 04:21
Amazon.com.br
R$ 38,20
R$ 41,14
Em Estoque
7 new from R$ 36,20
as of 5 de outubro de 2022 04:21
Amazon.com.br

Entenda mais sobre Low Poo

shampoo liberado

O Low poo

Low poo significa reduzir o uso de sulfato no cabelo e, portanto, é permitido o uso de shampoos com baixo ou nenhum teor de sulfato na composição.

Por sua vez, os shampoos sem sulfato não fazem tanta espuma, mas podem garantir a limpeza completa da raiz, sem subtrair nutrientes e a oleosidade natural, que é de extrema importância.

A técnica permite o uso de produtos com silicone, que, muitas vezes, pode ser prejudicial, por ter um efeito de maquiagem no fio. Mas o lado bom é que ele pode ser removido com shampoos sem sulfato. O ideal mesmo, portanto, é procurar por silicones solúveis, que são facilmente retirados até por alguns condicionadores.

O Low poo não é uma técnica tão restrita. Você pode intercalar o uso de shampoos mais leves com a lavagem sem shampoo, ou até com lavagens mais pesadas com sulfato, já que os produtos liberados para Low poo, muitas vezes, contêm substâncias mais pesadas que são retiradas apenas com sulfato (é o caso de silicones insolúveis).

Silicones e derivados do petróleo

Além do sulfato, outros componentes presentes em condicionadores e máscaras de tratamentos também podem ser maléficos aos fios, como é o caso dos derivados do petróleo. São eles: Petrolato, Óleos Minerais e Parafina.

Muitos cosméticos contam com a presença destes ativos para gerar efeitos de emoliência e uma sensação de hidratação nos fios. Contudo, tais componentes conseguem formar apenas uma máscara em volta do fio, como uma maquiagem. Eles promovem uma falsa hidratação e, com o uso contínuo, podem até bloquear a entrada de ativos benéficos.

Somente o sulfato é capaz de limpar os derivados do petróleo dos fios. É um ciclo sem fim. Por esse motivo, muitas acabam achando que nenhuma hidratação faz efeito, mas isso ocorre porque os produtos que estão sendo usados contêm componentes agressivos, que são dependentes um do outro e acabam bloqueando a entrada de nutrientes, como é o caso do sulfato e do petrolato.

O que é um produto liberado?

Dizer que um produto é liberado implica dizer que é um produto livre de composições que possam, de certa forma, agredir os fios, como o sulfato, o petrolato, a parafina, o silicone e os óleos minerais.

No caso do shampoo liberado, ele não contém o sulfato, que é um dos principais componentes de um shampoo convencional, e também não possui nenhum derivado de petróleo.

Como fazer low poo?

Primeiramente, é preciso reduzir o uso de produtos com derivados de petróleo e, após isso, reduzir o uso do sulfato. Tente também diminuir a quantidade de lavagens durante a semana no início da adaptação à rotina.

Fique de olho nas embalagens e observe os principais componentes que devem ser evitados:

proibidos low poo

Contudo, a maior parte dos produtos liberados disponíveis já são identificados logo pelo rótulo.

Ranking – Top 5 melhor shampoo liberado para low poo

1. Seda Boom

shampoo liberado seda

O shampoo Seda Boom Liberado tem fórmula exclusiva liberada, com D-Panthenol e Óleo de Coco, que possui propriedades de nutrição e hidratação. O produto hidrata e revitaliza os fios ressecados, dando maciez e brilho a eles.

R$ 11,99
Em Estoque
8 new from R$ 6,90
as of 5 de outubro de 2022 04:21
Amazon.com.br

2. Yamasterol Cachos Coco

shampoo liberado cachos coco

A Linha Yamasterol Cachos Coco é um tratamento de hidro-nutrição-reparadora pois a ação conjunta do óleo e leite de coco auxilia na reposição de lipídios e sela as cutículas do fio, reduzindo assim a porosidade e a aspereza. O resultado disso tudo é: cabelos hidratados, nutridos, reparados, fortes e com brilho intenso. Os produtos contém óleo de coco 100% natural e são livres de Corantes, Sulfatos, Óleo Mineral, Parabenos, Silicones, Petrolatos e Parafina.

Fora de Estoque
as of 5 de outubro de 2022 04:21
Amazon.com.br

3. Shampoo Cachos Perfeitos Creoula

shampoo liberado creoula

Shampoo nutritivo com fórmula leve que limpa suavemente e ajuda os cachos a tomarem forma. Promove fios macios, definidos e brilhantes. Possui proteção térmica e solar.

R$ 28,80
Em Estoque
16 new from R$ 20,75
as of 5 de outubro de 2022 04:21
Amazon.com.br

4. Shampoo Cachos Amend

shampoo sem sulfato amend

 

Indicado para cabelos ondulados, cacheados e crespos. Com os ativos: d-panthenol, biotina, vitamina e, manteiga de karité, aminoácidos e mix de óleos

Enriquecido com reparação profunda com um mix de óleos incríveis; cachos tratados como nunca, para fios nutridos e com brilho

Principais benefícios: mix de óleos e d-pantenol, que hidrata os cachos; com biotina, ajuda os fios e crescerem saudáveis; cachos profundamente nutridos, macios e com movimento. Com uv e uvb livre de sulfatos, parabenos, petrolatos, e silicones

R$ 42,69
R$ 47,71
Em Estoque
9 new from R$ 34,90
as of 5 de outubro de 2022 04:21
Amazon.com.br

5. Shampoo Maria Natureza Poder das Castanhas

shampoo liberado maria natureza

A linha Maria Natureza da Salon Line é completamente vegana, e foi criada a partir de todos os benefícios que a natureza pode trazer para você e seus cabelos – não importa a curvatura.

Maria Natureza Poder das Castanhas traz ingredientes poderosos que vão nutrir e proteger os fios dia após dia.

  • Amêndoa – Rica em vitaminas E, B e A, ótimas para reparar e fortalecer, além de cuidar do couro cabeludo.
  • Karit – Ajuda a reter a umidade, mantendo os fios hidratados, macios e com brilho.
  • Macadâmia – Possui ácidos graxos, vitaminas e minerais essenciais para nutrir e hidratar a fibra capilar.

Guia de compras

Agora que você já está devidamente apresentada aos 5 melhores shampoos liberados disponíveis no mercado por um preço bastante acessível, é preciso entender um pouco sobre o porquê usar shampoo liberado e quais são as exigências de cada cabelo.

shampoo liberado

Por que usar produto liberado?

De acordo com as explicações acerca dos componentes presentes em produtos convencionais no mercado, a escolha por produtos liberados se dá pela necessidade de mais eficácia e mais tratamento nos fios.

Muitas vezes parece que nenhuma hidratação dá certo, e que o cabelo apenas fica mais danificado, mesmo com os tratamentos corretos. Isso acontece porque muitas vezes os produtos acabam retirando as propriedades importantes e somente maquiam o fio, e tudo isso é prejudicial.

Sendo assim, o motivo principal para usar produtos liberados é esse: garantir uma eficácia maior dos produtos em seu cabelo, e notar uma aparência mais natural.

Shampoo normal x Shampoo liberado

Mas, afinal, que diferença faz usar um shampoo normal e um shampoo liberado?

Os shampoos convencionais contam com a presença de sulfato em seus ingredientes e talvez esse venha ser o fato que mais o diferencia do shampoo liberado.

O shampoo liberado, por sua vez, é formulado com componentes limpantes mais leves, sem a presença do sulfato, ou seja, é um shampoo com consistência mais rala, e que limpa somente o essencial do couro cabeludo, sem tirar os nutrientes.

Porém, falar isso não significa afirmar que o shampoo liberado é melhor que o shampoo comum e que traz mais benefícios, isso vai da experiência de cada um.

Outro adendo: só use shampoo sem sulfato quando você estiver certeza que componentes como silicones, óleo mineral e derivados do petróleo, estiverem fora dos produtos de sua rotina capilar, caso contrário, o uso do shampoo liberado será em vão.

Efeitos do sulfato

Se o sulfato é tão importante para o shampoo, por que restringir o uso? Bom, eu te explico.

O sulfato é um ingrediente que compõe alguns tipos de produtos limpantes, como por exemplo detergentes, sabonetes e o famoso shampoo, é ele o responsável pela espuma que causa a sensação satisfatória de limpeza.

O uso do shampoo é feito para promover limpeza completa no couro cabeludo e retirar os silicones insolúveis (presentes em cremes convencionais), contudo, dependendo do tipo de cabelo, esse sulfato presente no shampoo pode fazer uma limpeza exagerada no couro e, assim, resultar em um ressecamento inconveniente.

O cabelo cacheado é um cabelo naturalmente mais ressecado, logo, o óleo natural produzido na raiz dificilmente chega até as pontas, se você retirar totalmente esse óleo de maneira contínua, com produtos com sulfato, o cabelo irá ressecar gradualmente. Além disso, o sulfato pode fazer a remoção de alguns nutrientes presentes no comprimento, e por indica-se a aplicação do shampoo somente na raiz, pois, se aplicado nas pontas, é capaz de ressecar ainda mais.

Entenda seu cabelo

Antes de decidir entrar de cara em uma técnica que restringe o sulfato e alguns outros componentes que o seu cabelo está habituado, você precisa entender quais são as necessidades atuais do seu cabelo e se o low poo realmente vai ajudar a resolver isso.

O cabelo não se adapta à técnica da noite para o dia, o processo inicial pode parecer ineficiente, e até ressecar ainda mais os fios, mas isso só vai até que o seu cabelo se acostume com a ausência dos ingredientes que antes era acostumado.

Se você tem cabelo cacheado, talvez seja uma boa escolha optar pelo Low Poo, levando em consideração o formato do cacho e a importância de manter os óleos naturais do couro cabeludo. Contudo, se você tem o cabelo liso, talvez não seja tão necessário, mas o low poo não é uma rotina restrita a cacheadas, ela pode ser adaptada à qualquer de cabelo, e de qualquer forma irá apresentar resultados positivos, ainda mais se o cabelo estiver com um aspecto ressecado e/ou danificado.

Necessidades de cada fio

Além do tipo, cada cabelo precisa de uma coisa diferente, isto é, um pode precisar de mais hidratação, enquanto outro precisa de mais nutrição, e, para suprir isso, é preciso escolher o shampoo liberado correto.

Shampoo liberado para cabelos secos e opacos

Procure pelo shampoo liberado correto para o seu tipo de cabelo e que contenham em suas propriedades ativos hidratantes, como pantenol e vitaminas essenciais.

Shampoo liberado para cabelos danificados

O uso de shampoo liberado para cabelos danificados é quase como uma obrigação, já que um tipo de shampoo mais leve e que não irá agravar o dano do cabelo. Sendo assim, busque por produto leves, mas com ativos reconstrutores, como óleos e queratina.

Shampoo liberado para cabelos com química

Aderir à técnica low poo após fazer química ajuda a garantir o tratamento do fio e retarda a necessidade de manutenção, no caso de fios descoloridos, por exemplo.

Para cabelos nessa especificidade, são indicados shampoos com propriedades hidratantes e reconstrutoras.

Benefícios e malefícios do Low Poo:

A retirada dos óleos naturais dos fios causa o ressecamento, bem mais comuns no cabelo cacheado. A técnica que abole o uso de sulfato previne esse ressecamento e, com pouco tempo de uso, a hidratação natural já é perceptível e o aspectos dos fios já fica diferente.

Os métodos Low poo e No poo também garantem a total absorção de nutrientes essenciais, promovendo, assim, muito mais brilho e hidratação.

Por outro lado, a retirada total do shampoo da rotina capilar também pode causar alguns pequenos problemas. Alguns dermatologistas alertam sobre o aparecimento de caspas, seborreia e até doenças mais sérias, como aparecimento de fungos.

Por isso, o indicado é, pelo menos uma vez ao mês, fazer o uso de um shampoo detox, que faça uma limpeza completa na raiz capilar. Lembre-se sempre de repor os nutrientes perdidos durante a lavagem com um shampoo com sulfato.

Perguntas frequentes

Como saber se um produto é liberado para Low Poo?

O Low poo restringe apenas o uso de sulfato e alguns outros componentes no cabelo, isto é, ainda pode usar shampoo, mas precisam ser shampoos sem sulfato na composição. Desse modo, se houver, no rótulo do produto, qualquer “sulfate” nas composições já dá pra saber que é um produto proibido. Mas cuidado, não confunda “sem sulfato” com “sem sal”, a ausência do sal no produto implica dizer que em suas propriedades não há a presença do Cloreto de Sódio, ou sal de cozinha, mas isso é conversa para outro assunto.

São alguns exemplos de componentes provenientes do sulfato:

  • Sodium Lauryl Sulfate / SLS (o mais comum e mais “barato” de todos)
  • Sodium lauryl ether sulfate/ SLES ou Sodium Laureth Sulfate
  • Sodium Myreth Sulfate
  • Sodium myristyl sulfate
  • Ammonium lauryl sulfate/ ALS
  • Ammonium lauryl ether sulfate/ ALES
  • Sodium Coco/Cocoyl Sulfate (mais “suave”, derivado da combinação de óleo de coco com sodium lauryl sulfate, geralmente 50%, e sodium myristyl e/ou palmityl sulfate.)

Atenção: Existem vários outros tipos de sulfatos. Entretanto, os citados acima são os mais comuns em formulações. E, com exceção do Sodium Coco/Cocoyl Sulfate e os Sulfosuccinates, os sulfatos citados também são considerados os mais “agressivos”. Então, caso seu shampoo NÃO contenha algum deles, tranquilize-se. Você provavelmente está em posse de algum shampoo sulfate free ou de, no mínimo, algum shampoo BEM suave.

Todo shampoo liberado é mais suave que o shampoo normal?

Não necessariamente. Há um Tensoativo chamado Olefin Sulfonate, o qual pode ser encontrado em alguns shampoos sulfate free, cujo potencial de irritação é comparável ao SLS. Ou seja, o Olefin Sulfonate é TÃO “PESADO” quanto o Sodium Lauryl Sulfate. Caso você esteja procurando algum shampoo sem sulfatos exatamente pela suposta delicadeza, evite o Olefin Sulfonate.

A questão do pH pode não ser determinante, mas incide sim sobre a suavidade dos shampoos sem sulfatos. O ideal é que o pH dos Sulfate Free gire em torno de 4-7, com pHs acima de 7 (neutro) o ressecamento será eminente mesmo não contendo sulfatos em sua composição.

Quem tem cabelo oleoso pode usar shampoo liberado?

O método, que reduz o uso de sulfato e derivados de petróleo no cabelo, foi pensado originalmente para os fios enrolados. Contudo, como os benefícios são amplos, o método pode sim ser adaptado a qualquer tipo de cabelo.

O cabelo liso tende a ser mais oleoso e exige o maior uso de sulfato por isso. O Low poo é o mais indicado para quem tem esse tipo de cabelo. Não é difícil começar. É só reduzir o número de lavagens usando sulfato e cortar o uso de produtos derivados do petróleo.

A oleosidade vai até diminuir, pois antes, com a retirada constante, a raiz entendia que era preciso produzir mais óleo. Por isso, a sensação de necessidade de lavar todo os dias. Mas, com a redução dessa retirada, a quantidade de óleo natural benéfico vai permanecer e o cabelo vai parar de produzir óleo além da conta.

O truque é eliminar os petrolatos, óleos minerais e parafina dos fios. Assim, a demanda por sulfato vai ser bem menor.

Todo shampoo liberado é menos agressivo do que shampoos comuns?

Não necessariamete. Alguns shampoos com sulfatos tendem a ser mais severos na limpeza causando sensibilidade e ressecamento, especialmente aqueles que contêm  SLS (sodium lauryl sulfate /lauril sulfato de sódio) e ALS (Ammonium lauryl sulfate /lauril sulfato de amonio).

Todavia, há shampoos com sulfatos cujo tensoativos são mais suaves, como o Sodium Coco/Cocoyl Sulfate e os Sulfosuccinates.

Leia também:

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Melhor Cosmético
Logo
Enable registration in settings - general
Comparar itens
  • Total (0)
Comparar
0